CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DO ESPÍRITA: PACIÊNCIA, INDULGENCIA, FÉ, HUMILDADE, DIGNIDADE E CARIDADE.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

12ª AULA - CURSO BÁSICO DE ESPIRITISMO 1º ANO - FEESP

PARTE C: LIMITES DA ENCARNAÇÃO - NECESSIDADE DA ENCARNAÇÃO

Não se pode precisar o número de encarnações para o Espírito que habita a Terra; elas acontecem enquanto ele não tiver atingido o mais elevado índice evolutivo que este planeta comporta, e só então passará a encarnar num mundo imediatamente mais elevado.

Sendo a Terra um planeta de provas e expiações, o mundo que lhe está em situação evolutiva superior é o mundo de regeneração, onde o Espírito encarnado experimenta menos dores, verte menos lágrimas e enfrenta menos dissabores. Após ter atingido a condição de Espírito puro, não necessita mais inserir-se na materialidade; sua felicidade será plena e estará mais próximo de Deus.

Os Espíritos mais elevados podem descer e até encarnar em missão, nos mundos inferiores; porém, os Espíritos que estão nesses mundos, não poderão encarnar em mundos superiores.

Os que executam com zelo as tarefas que lhes são conferidas galgam rapidamente, e de maneira bem menos atribulada, os degraus da evolução, passando a desfrutar dos benefícios resultantes do seu trabalho. Entretanto, os que retardam a caminhada fazendo mau uso do livre-arbítrio, retardam seu ciclo evolutivo e têm que experimentar, muitas vezes, amargas decepções.

Pela obstinação na prática do mal, podem prolongar sensivelmente a necessidade de reencarnarem em mundos ainda inferiores. Aquele que, ao contrário, trabalha ativamente pelo seu progresso moral, pode não somente abreviar a duração da encarnação material, mas vencer, de uma só vez, os degraus intermediários que o separam dos mundos superiores.

Assim, à medida que o Espírito se purifica e ascende à escala evolutiva, passa de um mundo mais atrasado para outro imediatamente mais evoluído. Nessa nova morada seu perispírito se torna mais sutil, menos denso, passando a desfrutar de maior sensibilidade e de facilidade de locomoção. Tomando-se como exemplo uma escola: se o aluno empenhar-se com afinco e dedicação, logo terá superado todos os estágios e poderá, pelo seu próprio esforço, atingir seu objetivo final. Mas, se tiver sido displicente, ocioso, o seu ciclo de estudos se dilatará consideravelmente, resultando em inevitáveis repetições do mesmo ano escolar.

Do mesmo modo ocorre com os Espíritos que fazem mau uso de suas encarnações no grande educandário da vida; terão que passar por novas existências corpóreas, tantas vezes quantas forem necessárias para que o seu aprendizado possa ser assimilado de forma integral.

Por isso, quanto mais o homem se esforçar pelo seu aprimoramento moral e espiritual, menos encarnações terá pela frente.

QUESTIONÁRIO:

C - LIMITES DA ENCARNAÇÃO - NECESSIDADE DA ENCARNAÇÃO

1 - A evolução do Espírito dá-se em um único planeta?

2 - Podem os Espíritos vencer mais rapidamente degraus intermediários que os separam dos mundos superiores?

3 - O que devemos fazer para merecer um mundo melhor?


Fonte da imagem: Internet Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário