CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DO ESPÍRITA: PACIÊNCIA, INDULGENCIA, FÉ, HUMILDADE, DIGNIDADE E CARIDADE.

quarta-feira, 2 de abril de 2014

4ª AULA - CURSO BASICO DE ESPIRITISMO 1º ANO - FEESP

PARTE B: PLURALIDADE DOS MUNDOS

Há na Terra homens que ainda imaginam que somente este pequenino planeta tem o privilégio de ser habitado por seres racionais. Muitos até pensam que os astros brilham no céu para alegrar seus olhos. Não se pode pôr em dúvida a sabedoria de Deus, que não concebe inutilidades e, certamente criou - e povoou com seres vivos - uma pluralidade de mundos com uma destinação bem mais séria do que a recreação dos homens.

Para se ter uma ideia da imensidão e infinitude do Universo, basta dizer que entre tantos bilhões de galáxias, a mais próxima da nossa, considerada irmã gêmea, a galáxia de Andrômeda, dista cerca de 2,2 milhões de anos-luz. Seria então absurdo supor-se que, entre tantos bilhões de galáxias, cada uma delas contendo bilhões de estrelas, em torno das quais hão de girar outros tantos planetas, somente a Terra gozasse o privilégio da vida.

O Livro dos Espíritos, questões 55 a 58, resume bem as características dos diversos mundos:

a) eles absolutamente não se assemelham; variam não só entre os diferentes tipos de corpos celestes, como também variam a sua constituição física. Entre os próprios planetas do Sistema Solar existem diferenças: uns são mais densos (Mercúrio, Vênus, Terra) e outros menos densos e até mesmo fluídicos (Júpiter, Saturno, Urano e Netuno);

b) não sendo uma só para todos a constituição física dos Mundos, segue-se terem organizações diferentes os seres que os habitam, apropriadas ao meio onde vivem, do mesmo modo que os peixes são feitos para viver na água e os pássaros, no ar.

c) os mundos mais distantes do Sol possuem fontes diferentes de luz e calor.

Os Espíritos afirmam e a razão endossa a ideia de que os diferentes mundos que circulam no espaço endossa a ideia de que os diferentes mundos que circulam no espaço são habitados, a exemplo do que ocorre na Terra.

As condições de existência dos seres nos diferentes mundos devem ser apropriadas ao meio em que têm de viver.

Se nunca tivéssemos visto peixes, não compreenderíamos como alguns seres pudessem viver na água. O mesmo acontece com outros mundos, que sem dúvida contém elementos para nós desconhecidos. Esses mundos podem conter em si mesmos as fontes de luz e calor necessários aos seus habitantes (LE, perg.58).

Bibliografia:

LE- Cap. III - perg. 55 a 58

QUESTIONÁRIO:

B - PLURALIDADE DOS MUNDOS:

1 - Só a Terra tem o privilégio de ser habitada por seres racionais? Fundamente.

2 - Quais as características dos diversos mundos? Resuma.


3 - Pode-se conceber a vida em outros planetas? Comente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário