CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DO ESPÍRITA: PACIÊNCIA, INDULGENCIA, FÉ, HUMILDADE, DIGNIDADE E CARIDADE.

quarta-feira, 23 de abril de 2014

7ª AULA - CURSO BASICO DE ESPIRITISMO 1º ANO - FEESP

PARTE B: CENTROS DE FORÇA

O universo é uma conjunção de leis, forças e energias inimagináveis, em incessante movimento de ação e reação, no processo de desintegração, combinação, modificação e renovação dos elementos que o constituem. Inserido na dinâmica desse ambiente existe o homem, cujo universo orgânico se nutre e se mantém pela absorção de energias que irradiam de infinitas fontes cósmicas, desde o Sol, a mais próxima, as que procedem do fundo do espaço infindo, acrescentando-se ainda as energias produzidas pelo meio físico.

Essas energias são absorvidas pelos chamados "centros vitais" ou "centros de força", pois assim como o corpo físico possui seus órgãos fundamentais que lhe regulam a vida material, o corpo perispiritual possui, de forma equivalente, determinados fulcros de energia denominados "centros de força". O perispírito está intimamente regido por sete principais centros de força que se conjugam nas ramificações dos plexos, dos gânglios e da medula do corpo físico.

Na função de centros vitais, sob o poder diretriz da mente, haurem energia do Fluido Cósmico, a qual transforma-se por sua vez em energia vital, assegurando assim funções complexas, desde o controle da vida orgânica às mais elevadas manifestações psíquicas, passando por todos os mecanismos da vida de relação.

Desta forma, através da qualidade de nossos pensamentos equilibram-se as forças vitais, ao passo que a viciação da mente desarmoniza os centros de força. Disto decorre a importância da elevação dos pensamentos, no sentido de imprimir qualidade aos fluxos energéticos que assimilamos dos mananciais do universo.

Pensamentos saudáveis vitalizam o corpo físico, ao mesmo tempo que dinamizam os centros de força que ordenam a vasta rede dos processos de manifestação da inteligência. Para melhor entendimento, pode-se classificar os centros de força segundo suas atividades psíquicas ou fisiológicas:

CENTROS DE FORÇA responsáveis pelas atividades psíquicas:

CORONÁRIO: Localizado na região central do cérebro: a - assimila os estímulos do Plano Superior. b - orienta o metabolismo orgânico. c - supervisiona os outros centros vitais.

FRONTAL: Situado na fronte: a - ordena a vasta rede de processos de manifestação da inteligência. b - viabiliza as atividades dos órgãos dos sentidos, administrando assim o sistema nervoso e o sistema endócrino.

CENTROS DE FORÇA responsáveis pelas atividades fisiológicas:

LARÍNGEO: Situado na altura da garganta: a - preside notadamente as atividades de respiração e fonação.

CARDÍACO: Situado na região pré-cordial: a - dirige a emotividade e é responsável pelo equilíbrio geral do sistema circulatório.

ESPLÊNICO: Situado na região do baço: a - regula a distribuição e circulação adequada do volume sanguíneo. b - responsável pela atividade do sistema hepático.

GÁSTRICO: Situado na região do estômago: a - responsável pela digestão e absorção de alimentos.

GENÉSICO: Situado na região do baixo-ventre: a - responsável pelas energias criadoras.

QUESTIONÁRIO:

B - CENTROS DE FORÇA:

1 - Qual o papel dos centros de força para a vida orgânica?

2 - Quais as funções dos centros de força coronário e frontal?

3 - O que fazer para manter os centros de força harmonizados?


Fonte da imagem: Internet Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário