CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DO ESPÍRITA: PACIÊNCIA, INDULGENCIA, FÉ, HUMILDADE, DIGNIDADE E CARIDADE.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

7ª AULA - CURSO BASICO DE ESPIRITISMO 1º ANO - FEESP

PARTE A: PERISPÍRITO

Há nos homens três constituintes fundamentais a serem considerados:

a - O corpo ou ser material, semelhante ao dos animais;

b - A alma ou ser imaterial, Espírito encarnado;

c - O Perispírito, laço que une a alma ao corpo, princípio intermediário entre a matéria e o Espírito. (Le, perg 135a)

Para dar ideia do que seja o Perispírito, Allan Kardec usou uma comparação muito apropriada ao afirmar: "Como a semente de um fruto é envolvida por um perisperma, o Espírito propriamente dito, também é revestido por um envoltório que, por analogia, se pode chamar de Perispírito" (LE, perg. 93).

A uma pergunta de Kardec, os Espíritos respondem: “O Espírito é envolvido por uma substância que é vaporosa para ti, mas ainda bastante grosseira para nós, suficientemente vaporosa, entretanto, para que ele possa elevar-se na atmosfera e transportar-se para onde quiser” (LE, perg. 93). Esta resposta dos Espíritos é genérica já que a capacidade de cada um está condicionada ao grau de evolução do Espírito, pois nem todos estão em condições de volitar e transportar-se para onde quiserem.

O Perispírito, envoltório fluídico, semimaterial que serve de elo de ligação entre a alma e o corpo, é o intermediário de todas a sensações que o Espírito recebe e pelo qual transmite sua vontade ao exterior e atua sobre os órgãos do corpo. (LM, ítem 54).

A alma nunca fica desligada do seu Perispírito, mesmo após sua desencarnação. Qualquer que seja o grau em que se encontre, o Espírito está sempre revestido de um envoltório, cuja natureza se eteriza à medida que se depura e se eleva na hierarquia espiritual.

De sorte que a ideia de forma é inseparável da de Espírito e não se concebe uma sem a outra.

O Perispírito faz, portanto, parte integrante do Espírito, como o corpo o faz do homem (LM, ítem 53).

O corpo físico é uma exteriorização aproximada do corpo espiritual, já que ele deve compatibilizar-se e subordinar-se aos imperativos da hereditariedade e da matéria grosseira.

A "morte" é a destruição do corpo físico, o invólucro mais grosseiro.

O Espírito conserva, porém, o Perispírito, embora etéreo e invisível ao homem no seu estado de encarnado.

1 - ORIGEM E NATUREZA DO PERISPÍRITO

ORIGEM: "De onde tira o Espírito o seu envoltório semimaterial? - Do fluido universal de cada globo. É por isso que ele não é o mesmo em todos os mundos; passando de um mundo para outro, o Espírito muda de envoltório, como mudais de roupa" (LE, perg. 94). O Espírito utiliza-o de acordo com suas necessidades evolutivas, com o fim de formar seu corpo de manifestação e de atuação sobre a matéria.

NATUREZA: Quanto à sua natureza, é composto por uma matéria mais ou menos sutil, intangível, em virtude do seu estado fluídico; sua condensação será maior ou menor segundo a natureza peculiar a cada mundo, e segundo o grau de evolução do Espírito. Um Espírito chamado a viver em determinado meio, dele extrai seu perispírito.

Conforme seja esse Espírito mais ou menos evoluído, seu perispírito se formará respectivamente das partes mais puras ou mais grosseiras do fluido do próprio mundo no qual se encarna. Daí resultam três considerações importantes:

1 - A constituição íntima do perispírito não é idêntica em todos os Espíritos;

2 - O perispírito modifica-se à medida que o Espírito progride no transcorrer de suas encarnações;

3 - Os Espíritos superiores, encarnando-se em missão em um mundo inferior à sua condição, têm naturalmente um perispírito menos grosseiro que os demais.

2 - PROPRIEDADES DO PERISPÍRITO

A - QUANTO À FORMA: Expansibilidade e flexibilidade

Pela sua natureza fluídica, semimaterial, o perispírito possui estas características, pois ele não se encontra preso ao corpo material como se estivesse em uma caixa. Submete-se à vontade do Espírito, e é assim que ele se apresenta em sonhos ou no estado de vigília, podendo inclusive tornar-se visível e até mesmo palpável. Por ser de extrema plasticidade, irradia-se para o exterior e forma em torno do corpo material uma atmosfera, que o pensamento e a força de vontade podem dilatar ou contrair.

ASSIMILAÇÃO: O perispírito tem a propriedade de assimilar os fluidos do ambiente. Se as emanações fluídicas são de boa natureza, o corpo recebe impressões salutares; se são más, a impressão é penosa.

B - QUANTO À DENSIDADE:

Nos Espíritos mais evoluídos, sua natureza é menos densa, enquanto que nos Espíritos mais inferiores é mais grosseiro.

PENETRABILIDADE: É a faculdade que o Espírito tem, através do perispírito, de entrar em qualquer ambiente. O mundo material não lhe apresenta obstáculos de qualquer espécie.

FUNÇÕES DO PERISPÍRITO:

1 - MODELO ORGANIZADOR BIOLÓGICO

O perispírito é o molde ou arcabouço do corpo físico, através do qual o Espírito, enquanto agente modelador irá comandar fluidicamente as células que se condensam no corpo carnal.

Para ser mais exato, é preciso dizer que é o próprio Espírito que modela o seu envoltório e o apropria às novas necessidades; aperfeiçoa-o, desenvolve-o e completa o organismo à medida que experimenta a necessidade de manifestar novas faculdades; numa palavra, talha-o de acordo com a sua inteligência (A Gênese, cap. XI, item 11)

2 - ADAPTAÇÃO ÀS CIRCUNSTÂNCIAS AMBIENTAIS:

Sendo intermediário entre o Espírito e corpo físico, o perispírito permite ao Espírito o acesso, a adaptação às circunstâncias ambientais, recebendo sensações do Espírito, e ao mesmo tempo transmitindo sua vontade sobre os órgãos do corpo físico.

Efetivamente, é o perispírito que torna o Espírito sensível ao mundo natural, agindo e reagindo ao ambiente. Ao mesmo tempo, tudo o que o Espírito percebe e vivencia, o perispírito registra em si mesmo, como um arquivo que mantém todas as vivências do passado.

3 - REGISTRO DAS VIVÊNCIAS:

Tudo o que o Espírito percebe e vivencia no ambiente natural, o perispírito registra em si mesmo, como uma memória orgânica que guarda toda atividade reflexa e automática.

Portanto, sob o aspecto biológico, o perispírito é o arquivo das alterações físicas; sob o aspecto moral, ele é apenas a exteriorização dos pensamentos do Espírito, revelando assim seu grau de evolução espiritual.

QUESTIONÁRIO:

A - PERISPÍRITO

1 - Como definir o perispírito?

2 - Qual a origem do perispírito?

3 - Quais as propriedades do perispírito?


Fonte da imagem: Internet Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário