CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DO ESPÍRITA: PACIÊNCIA, INDULGENCIA, FÉ, HUMILDADE, DIGNIDADE E CARIDADE.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

6ª AULA - CURSO BASICO DE ESPIRITISMO 1º ANO - FEESP

PARTE A: ORIGEM E NATUREZA DOS ESPÍRITOS

ORIGEM: Da mesma forma que o corpo é a individualização do princípio material, o Espírito é a individualização do princípio inteligente; e é por isso que Allan Kardec emprega a palavra Espírito para designar as individualidades extracorpóreas e não mais espírito - o elemento inteligente do Universo.

Os Espíritos são criados todos iguais, simples e ignorantes, com as mesmas possibilidades de evolução, porque sendo Deus Justo e Misericordioso jamais poderia criar seus filhos em desigualdade de condições. Tiveram, pois, princípio, uma vez que foram criados, não podendo, assim, ter existido como Deus, de toda a eternidade. Mas como e quando foram criados não há como saber. Importa sim saber que sendo Deus eterno, tem criado sempre: o trabalho da criação não cessa nunca.

Assim, há Espíritos em infinitos graus evolutivos na sua longa jornada espiritual: - desde os mais simples, ora passando pelos estágios inferiores da escala evolutiva dos seres viventes, ora adentrando o nível dos seres conscientes e responsáveis, ora atingindo níveis espirituais mais elevados para, finalmente, atingir o objetivo pelo qual foram criados: a perfectibilidade.

NATUREZA: Os Espíritos são definidos na Codificação como sendo "os seres inteligentes da criação que povoam o Universo, fora do mundo material" (LE, perg. 76), entendendo-se por Espíritos os seres extracorpóreos que se encontram no plano espiritual adequado ao seu estado evolutivo. São obras de Deus, assim como um quadro é obra do pintor que o executou.

"Quando o homem faz uma coisa bela e útil chamamos a sua filha, sua criação" (LE, perg. 77); consequentemente, os homens também são filhos de Deus, pois são a Sua criação.

Falta ao homem termos de comparação para definir a natureza dos Espíritos. Não se pode dizer que são imateriais. O mais certo será dizer que são incorpóreos (LE, perg. 82). Portanto, o homem é incapaz de compreender a essência dos seres espirituais e somente por um grande esforço pode defini-los. Uma vez criado, o Espírito tem diante de si a eternidade.

Este fato contraria a corrente materialista, segundo a qual o corpo e a alma desaparecem com a morte e isto porque lhe é difícil conceber como uma coisa que teve começo não tenha fim.

QUESTIONÁRIO:

A - ORIGEM E NATUREZA DOS ESPIRÍTOS

1 - Qual a diferença entre Espírito e espírito?

2 - Os Espíritos são criados todos iguais: simples e ignorantes. Explique.

3 - Qual a natureza dos Espíritos?


Fonte da imagem: Internet Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário