CARACTERÍSTICAS BÁSICAS DO ESPÍRITA: PACIÊNCIA, INDULGENCIA, FÉ, HUMILDADE, DIGNIDADE E CARIDADE.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

9ª AULA

CURSO PREPARATÓRIO DE ESPIRITISMO - FEESP

PARTE B: Parábola do Bom Samaritano

E eis que se levantou um certo doutor da lei, tentando-o e dizendo: Mestre, que farei para herdar a vida eterna?

E ele lhe disse: Que está escrito na lei: Como lês? E respondendo ele, disse: Amarás o Senhor teu Deus de todo o coração, e de todas as tuas forças, e de todo o teu entendimento e ao teu próximo como a ti mesmo. E, disse-lhe: Respondeste bem; faze isto e viverás. Ele, porém, querendo justificar-se a si mesmo, disse a Jesus: E quem é o meu próximo?

E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto.

E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou ao largo.

E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão.

E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e pondo sobre sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem e cuidou dele. Partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu te pagarei quando voltar.

“Qual, pois, destes três, te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? E ele disse: o que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira”. (Lucas, 10:25-37).

Indaga-se pela ortodoxia da fé? Faz-se alguma distinção entre o que crê de uma maneira e o que crê de outra? Não, pois Jesus coloca o samaritano (considerado herético), que tem amor ao próximo, sobre o ortodoxo a quem falta caridade; Jesus não faz da caridade uma das

condições da salvação, mas a única. Se ele coloca a caridade na primeira linha entre as virtudes, é porque ela encerra implicitamente todas as outras: a humildade, a mansidão, a benevolência, a justiça, etc.; e porque é ela a negação absoluta do orgulho e do egoísmo.

Amor e Sabedoria

Hoje, procuramos entender o que significam vários daqueles personagens citados por Jesus na “Parábola do Bom Samaritano”.

Cairbar Schutel, diz ser o viajante ferido, a Humanidade saqueada de seus bens espirituais e de sua liberdade, pelos poderosos do mundo; o sacerdote e o levita, aqueles que não se preocupam com os interesses da coletividade; o samaritano que se aproximou e atou as feridas, é Jesus.

O azeite, o símbolo da fé, e, o vinho, é o espírito da sua Palavra; os dois dinheiros são a caridade e a sabedoria.

Amor e Sabedoria, as duas asas simbólicas, que o Espírito, meditando e agindo no bem, pouco a pouco vai tecendo, e com que, mais tarde, desferirá venturosamente os voos sublimes e supremos, na direção da eternidade.

Mais de dois mil anos se passaram e aqui retornamos sucessivas vezes para este Planeta, que é uma escola, a fim de conquistarmos a sabedoria e o amor (as duas asas), com que nos alçaremos ao Reino de Deus, que é Liberdade e Felicidade.

A simbologia dessas asas (do Amor e Saber) conseguimos após buscarmos nos esclarecer, aprender, interpretar, ouvir e aplicar; após obtermos o Conhecimento (não “livresco”, puramente intelectual dos modismo da época em que vivemos) que, aplicado sob a forma de caridade, é o amor em ação.

Amor é o que buscamos ter hoje, não somente pelos mais próximos, mas aplicando os ensinamentos de Jesus, com a visão de quem encontra em sua Estrada de Damasco, a oportunidade de tirar dos olhos as escamas do orgulho e das vaidades desmedidas do passado, após séculos de obscurecimento do Espírito.

Muitos cresceram ao praticar o bem, com o uso do livre-arbítrio; outros, ainda hoje estão lendo as páginas belíssimas em que se afirma que Fora da Caridade não há Salvação, e há os que desejam ser os samaritanos de hoje e que sabem também, que o verdadeiro espírita e o verdadeiro cristão, são uma só pessoa.

BIBLIOGRAFIA:

Kardec, Allan - O Evangelho Segundo o Espiritismo

Schutel, Cairbar - Parábolas e Ensinos de Jesus

Xavier, F.C. - Roteiro

QUESTIONÁRIO:

1 - Por que devemos cultivar o amor e o saber?

2 - Por que Jesus narrou a "Parábola do Bom Samaritano"?

3 - Na sua opinião, qual a principal lição desta parábola?

Nenhum comentário:

Postar um comentário